Bons ícones dos Novos Tempos, aonde estão? - Marcelo Fradim
Mogiana
29/03/2013
X Corredor Cultural
30/08/2013
Exibir tudo

Bons ícones dos Novos Tempos, aonde estão?

Bom dia, boa tarde e boa noite meus amigos!
Algum tempo atrás eu publiquei uma foto do Papa João Paulo Segundo e dizia sentir falta de novos ícones em nossa história atual… de bons exemplos. Nestes dias minha fé se renovou. Através da figura carismática que agora está a frente da igreja católica pude ascender novamente a esperança de que o bem é sempre superior… que ele é o caminho. Numa das palavras do Papa Francisco : “não percam a esperança!” Ele levanta a questão que impera nos dias de hoje… a falta dela.
Há um ditado na América latina que diz “pauca sed bona” e quer dizer: poucos, porém bons.
Quanta sabedoria! O mundo de hoje dá mais valor à quantidade do que à qualidade. Queremos tudo em grande quantidade e cada vez mais moderno e acabamos tendo muitas coisas, porém ruins. Isso vale para tudo: desde amigos até mesmo bens materiais.
Há pessoas que dizem ter muitos amigos em suas redes sociais. Serão mesmo “amigos”. esta é apenas uma das questões.
Há pessoas que comem muito, mas comem mal. Enchem seus estômagos de alimentos de baixa qualidade. Há pessoas que têm muitas coisas; tantas que nem sequer conseguem usá-las. Será isso melhor do que ter menos coisas de qualidade?
Até mesmo no conhecimento … Conheço pessoas com muitos diplomas em suas paredes – são verdadeiros colecionadores de diplomas. Mas sequer aplicam um único conhecimento em favor do próximo, exceto em causa própria.
Essa cultura do exagero, do muito, da quantidade é ilusão. Deixa sempre a impressão que falta conteúdo, essência. Somos tudo e não somos nada. Temos tudo e continuamos com a sensação de que sempre falta alguma coisa.
A sabedoria, a temperança, a modéstia, o fazer bem feito, o dedicar-se a poucas coisas com mais profundidade parece ser o que realmente falta e principalmente ser solidário são os ícones “hashtags” do mundo que sonho… com Francisco , vi brotar uma centelha desta esperança que almejava.
Sei que alguns compartilham deste sentimento comigo e por isso escrevo sobre. Então, no dia de hoje que se faça brotar a esperança em nossos corações e que suas raízes sejam tão profundas que possam se expandir ao ponto de fazer-se brotar em outras pessoas.
Beijos pra quem for de beijo, abraços para quem for de abraço e beijos com abraços para quem for dos dois

Deixe uma resposta