Não é o que Você Não Sabe que te Impede de Vencer - Marcelo Fradim
A oportunidade não bate à porta. Ela aparece quando você derruba a porta
05/05/2015
4 Fatores Fundamentais Para Conquistar Seus Objetivos
07/05/2015
Exibir tudo

Não é o que Você Não Sabe que te Impede de Vencer

A louca corrida corporativa tem exigido cada vez mais qualificação dos profissionais, que não param de buscar por mais e mais informações, para se manterem em dia com os novos desafios do mercado.

Agora não basta ter diploma universitário, Pós graduação, Mestrado, Doutorado, MBAs, Cursos de idiomas, também é preciso desenvolver novas competências como; Liderança, Motivação, Assertividade, Criatividade, Comprometimento entre outras.

Eu acredito que os melhores profissionais são aqueles que se preparam continuamente para enfrentar um mundo em constantes mudanças.

O fato é que a globalização tem eliminado impiedosamente milhões de vagas daqueles que realizam trabalho mecânico, ou seja, trabalho “não criativo”.

A indústria automobilística faz isso há décadas com suas linhas de montagem, foi assim também com os caixas e atendimentos eletrônicos, e agora com todo trabalho que pode ser trocado por um software.

Eu sei que nada do que estou dizendo é novidade. O guru da administração Tom Peters já falava sobre isso no começo dos anos 2000. Peters dizia que vivemos na era do capital intelectual, que para ser diferente (e se manter no jogo) será preciso gerar RESULTADOS com o conhecimento adquirido.

O excesso de informação tem feito as pessoas ficarem estressadas e de certa forma mais “lentas”.

Imagine um computador com vários programas abertos, o que acontece?

Certamente vai ficar mais lento, quando não trava de vez.

Entenda que…

Não é o que você não sabe que esta impedindo você de vencer… É exatamente aquilo que você já sabe que está te atrapalhando.

Acumular mais conhecimento não vai torná-lo ultra competitivo, o que é preciso fazer agora é tornar as coisas mais SIMPLES e DIVERTIDAS.

Ser criativo, ousado e corajoso é a resposta para essa questão.

A pergunta que você pode estar se fazendo nesse momento é – Como posso ser mais criativo?

Bem…

Você tem a opção de fazer algum (mais um) curso de criatividade que certamente o ajudará a ampliar seu “mapa de mundo”.

Mas caso você não queira acumular mais um curso no currículo, pare um pouco e olhe dentro de si mesmo, e descubra que você já tem tudo que precisa para vencer.

Apenas abandone aquilo que não funciona e descubra como despertar seus TALENTOS Inatos.

A RESPOSTA ESTÁ NAS PERGUNTAS

Muitas pessoas insistem em querer melhores resultados pensando e agindo da mesma forma, Isso não funciona.

O Cientista Albert Einstein dizia que não se consegue resolver um problema do mesmo nível em que ele foi criado.

O que isso quer dizer?

Significa que a sua forma de pensar atual trouxe você (APENAS) até aqui, mas não poderá levar você aonde deseja. Para alcançar novos patamares em sua vida, você terá que começar a pensar diferente, começar a fazer perguntas diferentes das que vem fazendo até agora.

O fator mais importante para o desenvolvimento da criatividade é a curiosidade. As crianças são altamente criativas, simplesmente porque perguntam tudo o tempo inteiro, e não têm medo de arriscar fazer algo diferente.

Isso acontece porque ele ainda não tem os filtros que os adultos têm, e que os impedem de arriscar coisas novas.

O escritor Daniel Pink autor do livro O cérebro do futuro – A Revolução Do Lado Direito Do Cérebro (A Whole New Mind), diz que estamos passando por uma revolução sem precedentes, e que o trabalho criativo será cada vez mais valorizado.

Pergunta novíssima: O que você vai fazer a partir de agora? Continuar fazendo o que sempre fez e esperar novos resultados? Ou dar um jeito de “rebutar a máquina” e resgatar a curiosidade que você tinha na infância?

Pense. Pergunte. Ache as respostas!

Deixe uma resposta